Lippert Advogados


      INÍCIO PORTUGUÊS | ENGLISH | DEUTSCH   
Consulta de processos   
 
Usuário:
Senha:

 
NOSSA HISTÓRIA

Nosso escritório foi aberto no dia 16 de novembro de 1964, em Porto Alegre, no quarto andar do Edifício Sulacap, na esquina da Rua dos Andradas (nome oficial da Rua da Praia) com a Avenida Borges de Medeiros, na época o ponto central da cidade.

O conjunto era pequeno, mas sua divisão e as instalações escolhidas por minha mulher eram de bom gosto e adequadas às suas finalidades.

O escritório foi criado com a explícita finalidade de orientar e apoiar juridicamente, no Brasil e no exterior, as empresas então emergentes do Rio Grande do Sul.

A sorte nos ajudou, pois, poucos dias antes da abertura do escritório, encontrei, na Rua da Praia, um amigo vinculado à comercialização de automóveis.

Ele me solicitou um estudo sobre os aspectos jurídicos do funcionamento de uma nova forma de financiar a aquisição de automóveis, em fase de implantação no centro do país, chamada consórcio.

Dois meses depois, estava juridicamente constituído e em pleno funcionamento, em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul, o primeiro consórcio de automóveis aberto ao público. Até o fim daquele ano, mais vinte outros viriam a surgir.

Com a estruturação juridicamente sólida dos consórcios, conquistei a confiança dos nossos clientes, que então passaram a encaminhar gradativamente ao escritório também os demais problemas jurídicos de suas empresas.

O primeiro passo estava dado.

O Brasil passava, então, uma época de desenvolvimento econômico, que exigia da área jurídica soluções rápidas e seguras, especialmente nas matérias societária, tributária, imobiliária e na formação de "joint-ventures". Pode-se dizer, sem incorrer em exagero, que a legislação até então existente, especialmente quanto à área econômica, foi profundamente alterada e adaptada aos novos tempos.

A clientela, formada predominantemente por empresas, tinha o máximo interesse e a real necessidade de acompanhar as mudanças que então ocorriam, confrontando os empresários com uma nova realidade bastante complexa para a época e também para os juristas. Estes fatos levaram-nos a transferir o escritório para uma nova área na Rua Marechal Floriano, conjunto sete vezes maior do que o escritório anterior, o que permitiu criar áreas jurídicas especializadas, dirigidas por profissionais de confiança, quase todos ex-colegas ou meus alunos na Faculdade de Direito. Resultou deste crescimento a transformação do escritório em uma sociedade de advogados, denominada Lippert & Cia Advogados.

O Brasil continuava seu processo de industrialização e surgiam continuamente outras necessidades na área jurídica, que exigiam, além de um atendimento rápido, novas especializações e soluções para situações mais complexas. Para isto, precisávamos adquirir novos conhecimentos, além de desenvolver uma visão econômica mais ampla, merecendo destaque, na época, a necessidade de nossos clientes brasileiros obterem a transferência de tecnologia através de aquisição de "know-how", ou a formação de "joint-ventures" em nível internacional.

Em algumas áreas fomos pioneiros. Realizamos, por exemplo, a primeira cisão de uma sociedade anônima no Estado do Rio Grande do Sul, onde constituímos a segunda sociedade anônima de capital autorizado e procedemos à primeira cisão de uma sociedade por quotas de responsabilidade limitada por decisão majoritária. De outro lado, o crescimento do país aumentava o interesse de nossos clientes brasileiros pelo exterior e de empresas estrangeiras pelo Brasil, obrigando-nos a acompanhá-los neste processo.

Começaram a surgir novas gerações de empresários, ocorrendo assim as chamadas "sucessões empresariais", fenômeno ainda hoje pouco estudado, com todas as peculiaridades que as caracterizam.

De repente, começaram a aparecer, no Brasil, os primeiros sinais de estagnação econômica. Algumas empresas estrangeiras se retiraram do país e as nacionais ou se adaptaram, ou mudaram de controle, ou desapareceram, fazendo crescer o número de concordatas e falências.

Passado este tempo difícil, a economia nacional iniciava o processo de recuperação. O país novamente crescia e exigia novas soluções jurídicas, elaboradas com base nas experiências do passado, objetivando a adequada solução da complexidade jurídica do futuro. De repente, tinha chegado a modernidade, impondo-nos suas exigências específicas na área econômica e dos direitos humanos, que deixaram de ser no Brasil conceitos retóricos, transformando-se em valores jurídicos concretos.

O Brasil e o mundo tinham efetivamente mudado.

Transferimos, mais uma vez, o nosso escritório para a atual sede, aumentando nossas áreas de atendimento e a produtividade, exigindo de nossos colaboradores, além de uma sólida formação profissional básica, uma permanente atualização, de acordo com as necessidades de nosso tempo. Tínhamos aprendido "ser na vida o fator material muito importante, mas ser o ser humano o fator decisivo".

Continuamos a estudar e a lutar. Criamos um escritório de advocacia ágil e abrangente, cuja razão existencial é o melhor resguardo possível dos interesses jurídicos de nossos clientes, observados os princípios da eficiência, da confiabilidade, da equivalência das prestações e da dignidade humana, que constitui o valor mais alto de qualquer ordem jurídica que pretende efetivamente merecer este nome.

Porto Alegre, 1998.
F. A. GERNOT LIPPERT
 



Lippert Advogados : Rua Manoelito de Ornellas, 55, 10º Andar : Bairro Praia de Belas : CEP 90110-230 : Porto Alegre - RS - Brasil : Fone (51) 3302-2600 : Fax (51) 3302-2601

Todos os direitos reservados © 2017